Comunicar 34: Músicas e telas

Vol. XVII, nº 34, Primeiro semestre, 1 Marçorch 2010
E-ISSN: 1988-3293 / ISSN: 1134-3478

           

iPod: um mundo sonoro personalizado para seus consumidores

https://doi.org/10.3916/C34-2010-02-05

Resumo

Pela primeira vez desde o nascimento da cultura industrializada, mais da metade da população é capaz de personalizar parte do seu entorno graças a um reprodutor de MP3 ou através de um aparelho celular. O consumo de áudio mediado tecnologicamente durante os séculos XX e XXI representa uma forma cada vez mais importante de “estar no mundo”; o “eu” exige um território sonoro móvel através de uma espécie de “comporta sensorial” que lhe permite filtrar os sons que não são necessários e criar uma paisagem sonora que mais lhe satisfaça. O prazer sem limites que supõe criar um mundo sonoro móvel de caráter privado estabelece, para a teoria urbana e cultural, um conjunto de problemas teóricos que tem a ver com a relação dos espaços nos quais nos movemos, a natureza e o significado do espaço público e privado, o potencial da estética urbana, e a falta de comunicação da cidade. Também questiona o conhecimento das tecnologias que são usadas para mediar grande parte da experiência cotidiana. Neste artigo, analisa-se o uso do iPod como suporte tecnológico para os consumidores. Baseia-se nas respostas de mais de mil usuários entre 2004/05. Sugere que o uso do iPod possa ser interpretado positivamente se for considerado como uma forma de toxidade prazerosa na qual, sob o mundo “totalmente midiatizado” dos usuários subjaz um desejo de experiência não midiatizada –de acesso direto com ao mundo e às emoções de cada um.

Este artigo foi lido 11189 vezes

=iPod: a Personalized Sound World for its Consumers

Loading

www.grupocomunicar.com

grupocomunicar.com Google Play Grupo Comunicar Grupo Comunicar Mail Mail

Esta web utiliza cookies para obtener datos estadísticos de la navegación de sus usuarios. Si continúas navegando consideramos que aceptas su uso. Más información X Cerrar