Comunicar 36: A televisão e suas novas expressões

Vol. XVIII, nº 36, Primeiro semestre, 1 Marçorch 2011
E-ISSN: 1988-3293 / ISSN: 1134-3478

           

A televisão, vista, ouvida e lida por adolescentes peruanos

https://doi.org/10.3916/C36-2011-02-03

Resumo

Este trabalho analisa a relação atual dos adolescentes peruanos com a televisão. A informação consultada em diversas fontes concluem que os adolescentes continuam consumindo televisão em larga escala, principalmente os mais pobres de cidades do interior do Peru. Os adolescentes dão valor a televisão a cabo como uma fonte de aprendizagem, assim como sua variedade e pela possibilidade de relacionar-se com o mundo. O interesse pelos desenhos animados, as series e filmes, em geral, pela ficção televisiva, reafirmam o sentido que a televisão tem em familiarizá-los com a sociedade e seu entorno. A informação de que o que acontece além de sua localidade é fonte de referencia em sua percepção do país e é compartilhada em família. Acima do conflito cultural, desde o qual geralmente é avaliado os efeitos da televisão nos meios rurais, esta tem para adolescentes e seus pais um sinal positivo, porque favorece a desterritorialização visual ao dissolver a relação natural entre cultura e território geográfico. No meio rural os pais e os jovens dão valor a televisão porque oferece mais que a própria escola. Em meio da critica acadêmica e profissional à televisão, os adolescentes não distinguem entre meios tradicionais de novos meios porque todos eles estão integrados a sua vida cotidiana.

Este artigo foi lido 11540 vezes

=Television: Seen, Heard and Read by Peruvian Adolescents

Loading

www.grupocomunicar.com

grupocomunicar.com Google Play Grupo Comunicar Grupo Comunicar Mail Mail

Esta web utiliza cookies para obtener datos estadísticos de la navegación de sus usuarios. Si continúas navegando consideramos que aceptas su uso. Más información X Cerrar