Comunicar 36: A televisão e suas novas expressões

Vol. XVIII, nº 36, Primeiro semestre, 1 Marçorch 2011
E-ISSN: 1988-3293 / ISSN: 1134-3478

           

Aprendendo com a ficção televisiva. A recepção e os efeitos socializadores de Amar en tiempos revueltos

https://doi.org/10.3916/C36-2011-03-10

Resumo

A ficção televisiva comumente é entendida como um produto cultural ligado ao divertimento e ao entretenimento. No entanto, suas funções não são estritamente comerciais. O presente trabalho surge do interesse em conhecer os efeitos socializadores e educativos das mensagens da ficção. Do mesmo modo, reflete sobre o papel ativo do telespectador no processo de recepção e sobre sua capacidade de definir e interpretar as mensagens de acordo com suas características pessoais e sociais. Mais concretamente, o trabalho interessa-se pelas utilidades informativas e significados identitários de um gênero televisivo específico: a novela. Apesar de concentrar sua narração nos eventos românticos e conflitos pessoais, tal produto de ficção pode proporcionar ao espectador explicações e interpretações em relação ao passado e ao presente de uma sociedade. Especificando nossa análise em um determinado formato melodramático, Amar en tiempos revueltos, analisaremos os significados e representações oferecidas a seu público feminino. A partir dai, juntamente com a análise do conteúdo de discursos obtidos por meio de entrevistas em profundidade, serão explorados os processos de recepção das espectadoras, em função de variáveis como a idade e o nível educacional. Desse modo, a conclusão apontará como a maioria das espectadoras percebe a ficção com um sentido explicativo e se reconhece nela pessoalmente e em grupo.

Este artigo foi lido 11067 vezes

=Learning from Television Fiction. The Reception and Socialization Effects from Watching «Loving in Troubled Times»

Loading

www.grupocomunicar.com

grupocomunicar.com Google Play Grupo Comunicar Grupo Comunicar Mail Mail

Esta web utiliza cookies para obtener datos estadísticos de la navegación de sus usuarios. Si continúas navegando consideramos que aceptas su uso. Más información X Cerrar